Secretário-chefe da Casa Militar recepciona o Vice-presidente da República, Michel Temer em Porto Velho

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Na tarde desta sexta-feira (19), desembarcou no aeroporto Porto Velho o Exmo. Vice-presidente Michel Temer, onde foi recepcionado no hangar do governo pelo Exmo. Governador do Estado de Rondönia, Confúcio Moura e o Sr. Secretário-chefe da Casa Militar, Ten Cel Gualberto. A Casa Militar deu apoio a segurança e transporte do Vice-presidente durante o cumprimento da agenda oficial na capital.

Laboratório Estadual de Patologia funcionará 24 horas com uso de tecnologia inédita na região Norte

 
Com a presença do vice-presidente da República, Michel Temer, o governo de Rondônia entregou aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) na tarde de sexta-feira (19),  o Laboratório Estadual de Patologia e Análises Clínicas (Lepac), que funcionará 24 horas e dispõe de tecnologia de última geração, inédita nas regiões Norte e  Nordeste.
Dois mil exames poderão ser realizados por hora. O Lepac tem capacidade para fazer diagnóstico de 147 diferentes exames, e a partir de agora os 69 que eram terceirizados e realizados fora do estado serão todos feitos no laboratório estadual, localizado na avenida Governador Jorge Teixeira, anexo à Policlínica Oswaldo Cruz, ao lado do Hospital de Base, em Porto Velho.
O governador Confúcio Moura disse que a saúde “ainda não está um céu  de brigadeiro”, mas avançou muito, com a reorganização do setor, regionalização do atendimento e trabalho forte da “dupla que se completa e traz equilíbrio”, referindo-se ao secretário Williames Pimentel e a seu adjunto, o médico Luiz Maiorquim.
O vice-presidente da República, Michel Temer, disse ao governador Confúcio Moura que o entusiasmo da gestão e da equipe de saúde em Rondônia deve ser transferida para outros estados do Brasil. Ele ressaltou a importante contribuição dos políticos de seu partido, em Brasília, para que o governo de Rondônia apresente resultados favoráveis em suas finanças  nesse momento de crise, declarando que são políticos “extremamente dedicados e modestos”, mas com ações que ecoam de forma competente no parlamento.
O projeto para criação do Laboratório Estadual de Patologia e Análises Clínicas teve início em 2013, quando o governo de Rondônia investiu cerca de R$ 1,3 milhão na construção do prédio. A empresa Real Diagnóstica, representante da Roche em Porto Velho, foi a vencedora de processo de licitação para fornecer por locação com o estado as máquinas e sistema todo automatizado desde a coleta do material dos pacientes nos hospitais e Policlínica Oswaldo Cruz até o resultado dos exames.
“Os atendimentos vão funcionar trazendo as amostras dos hospitais, identificadas, totalmente digitalizadas, ai entra na máquina, faz o processo na esteira parando em cada estação de trabalho, que são as de  hepatites, cancerígenos, sorologia, hemograma e outras. O resultado sairá em 3 horas, disparado via internet e para o hospital que mandou a amostra de sangue”, explicou o secretário de Estado da Saúde, Williames Pimentel.  A automação, segundo ele, gerou redução de 25% no custo de cada exame em relação à tabela do SUS.
O Lepac será dirigido pelo  farmacêutico bioquímico Paulo Giroldi . Ele explica que  o tubo de  coleta de sangue dos pacientes do Cemetron, hospital João Paulo II, Policlínica Oswaldo Cruz e Hospital Cosme e Damião, todos interligados on line ao laboratório, será etiquetado e enviado  com um código de barra.
“A esteira, já no laboratório, irá eliminar o erro pré-analítico, que é o erro quando da coleta do sangue do paciente, em que o tubo é manipulado. Isso não vai mais acontecer. O tubo é destampado na unidade hospitalar por uma máquina”, disse.
EXAMES
Entre os exames que agora poderão ser feitos em Porto Velho, inclusive atendendo pacientes do interior que se consultam na Policlínica Oswaldo Cruz, estão os marcadores tumorais; os imunossupressores, utilizados pelos pacientes transplantados; os que envolvem drogas terapêuticas; tireóide; hormônios fertilizantes e o grande diferencial serão os alergênicos. “Os que visam combater as diferentes alergias ninguém faz em Porto Velho, todos mandam para fora; agora iremos fazer aqui”, disse.
O resultado dos exames ficará disponível no sistema da unidade hospitalar que solicitou o exame, à disposição do prontuário do paciente, gerando mais segurança e economia.  O Lepac conta inicialmente com uma equipe de vinte analistas clínicos e mais vinte técnicos. “Uma grande parte da equipe já foi treinada, e tem uma pequena parte que iremos treinar na semana que vem”, afirma Paulo Giroldi.
Estiveram no ato de inauguração do Lepac o senador Valdir Raupp; o deputado federal Lucio Mosquini; os deputados So Na Bença e Aelcio da TV e os ex-ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco, que participaram de encontro regional do PMDB em Porto Velho.
________________________________________
Fonte
Texto: Mara Paraguassu
Fotos: Daiane Mendonça e Rosinaldo Machado
Secom - Governo de Rondônia



Confira o álbum