6º Fórum de Governadores Brasil Central

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Fórum de Governadores elege conselho e aprova tese de moratória das dívidas dos estados

 
Em solenidade na manhã desta sexta-feira (18), no Palácio Rio Madeira, sede do governo de Rondônia, em Porto Velho, foi aberto o Fórum de Governadores do Brasil Central, que se compõe dos chefes de Executivos dos Estados Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Rondônia e Distrito Federal, fechando o último evento do consórcio em 2015.
 
O governador Marconi Perillo, presidente do consórcio defendeu inicialmente a composição do Conselho de Administração, indicando o nome do empresário Tiago Camargo, para a Secretaria Executiva. O empresário, que é responsável por vários projetos de desenvolvimento no Estado de Goiás, entre eles o Inova Goiás, teve seu nome aprovado por unanimidade no fórum.
 
Para o Conselho Consultivo foram indicados e aprovados os nomes dos empresários Cristiano Câmara (GO), Marcelo Tomé (Federação das Indústrias de Rondônia – Fiero) e Gustavo Oliveira (MS), já com a definição de uma extensa pauta de trabalho, que vai da formalização dos projetos de logística à organização das reuniões do consórcio em 2016.
 
Perillo falou da honra de presidir o consórcio idealizado pelo ex-ministro e ex-secretário de Assuntos Estratégicos de Rondônia, Mangabeira Unger, que será o convidado de honra da solenidade de posse do Conselho de Administração do Consórcio no próximo ano.
 
O governador de Goiás agradeceu aos técnicos e a todos os governadores, e colocou em discussão e votação a tese de moratória da dívida dos estados com a União, que foi aprovada por unanimidade. Prometeu se reunir com o presidente do Senado, Renan Calheiros, para debater as ameaças que representa a reforma do Imposto sobre Circulação e Mercadorias e Serviços que tramita no Congresso Nacional, e ainda encampar a luta pela revisão das atividades fins dos fundos (Fundo Constitucional do Norte – FNO e Fundo Constitucional do Centro Oeste – FCO).
 
De pontos de vistas comuns, os governadores Reinaldo Azambuja (MS), Pedro Taques (MT), Marcelo Miranda (TO) e Sérgio Sampaio, secretário-chefe da Casa Civil do Distrito Federal – que representou o governador Rodrigo Rolemberg -, agradeceram o carinho e a hospitalidade do governo de Rondônia, e apresentaram suas impressões sobre o evento e a necessidade de persistir a luta pelo desenvolvimento sustentável.
 
Todos defenderam a necessidade de fortalecimento do vínculo entre os membros do consórcio, de modo a concentrar poder para discussão dos temas de interesse mútuo como a eliminação dos gargalos nas áreas de infraestrutura e logística, e os projetos de fomento do desenvolvimento, que é meta de todos.
 
O anfitrião, governador Confúcio Moura, nomeado presidente de honra do consórcio pelo presidente Marconi Perillo (GO), destacou a importância do consórcio, observando que os estados que o integram são responsáveis pela metade de toda produção de alimentos do País e que mantêm crescimento econômico mesmo em meio à crise, motivo pelo qual não podem ficar na dependência de comando do Governo Federal. “O Brasil pode se transformar no maior produtor de alimentos para o mundo”, disse Confúcio Moura alinhando que para isso são fundamentais as obras de Infraestrutura e logística (rodovias, hidrovias, etc).
 
Confúcio foi enfático ao afirmar que os membros do consórcio são importantes aliados do Brasil, e que todos colaboram muito para seu desenvolvimento. “Aqui temos um Brasil bom, de PIB (Produto Interno Bruto) positivo”, disse destacando a importância de se formatar uma carteira de projetos de interesse mútuo para o consórcio, que envolve entre tantas necessidades a construção ou ampliação da malha multimodal de transportes até os projetos para a área de telecomunicações, de proteção das fronteiras, uma vez que estados como Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia têm limites territoriais com alguns países sul-americanos, situação que exige uma política comum de combate ao tráfico de drogas, armas e ao contrabando.
 
Saiba mais
 
Fonte
Texto: Cleuber R Pereira
Fotos: Bruno Corsino
Secom - Governo de Rondônia



Confira o álbum