Chefe da Casa Militar recepciona comitiva da ECEME

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Oficiais do Exército participam de palestras sobre o governo de Rondônia

 
Secretários de Estado realizaram na tarde de quinta-feira (27) palestras para oficiais do Exército, alunos da Escola de Comando e Estado Maior do Exército Marechal Castello Branco do Rio de Janeiro (Eceme), no auditório do Palácio Presidente Vargas. Os 23 alunos e dois instrutores (a maioria no posto de major), sob o comando do tenente-coronel Scafutto, têm a missão de estudarem a situação política e econômica dos estados de Rondônia, Acre e Roraima, que estão na grade curricular do curso da instituição. As atividades iniciaram-se em Porto Velho.
A superintendente de Assuntos Estratégicos, Rosana Vieira, falou sobre as estratégias e os desafios  para o desenvolvimento de Rondônia, destacando o crescimento dos últimos anos e a situação privilegiada que Rondônia ocupa, sendo a unidade da federação com o menor índice de desemprego, em torno de 1% e as perspectivas de novos investimentos.
O secretário-adjunto de Finanças, Franco Ono, salientou em sua apresentação que medidas preventivas tomadas pelo governador Confúcio Moura, para conter o aumento nos gastos tem ajudado Rondônia e superar a crise econômica que assola aos demais estados. Destacando que a principal fonte de receitas é o ICMS, que sofreu uma ligeira queda devido a desativação das termoelétricas, cuja função foi substituída pelas linhas de  transmissão de energia.
 
Secretários falaram para alunos da Eceme
O pagamento de metade do 13º salário é apontado como um fator positivo, pois livra o governo de um gargalo no final do ano. “Sabe-se, que pelo menos 12 estados este ano não terão condições de pagar o 13º salário do funcionalismo”.  Quanto ao comprometimento da folha de pagamento com  a Lei de Responsabilidades Fiscais está no limite praticável, assim como a aquisição de empréstimos externos, explicou.
Adreimar Martins Soares, diretor científico da Fapero, a Fundação de Amparo à Pesquisa, salientou que Rondônia precisa ainda avançar na questão cientifica e formação de doutores. Segundo os dados apresentados, do universo de 140 mil doutores no país, Rondônia tem apenas 473.  Mas lembrou que o governo  está investindo na formação de doutores, financiando a formação se servidores dentro do próprio estado, onde hoje 10 profissionais frequentam um curso sem ter que abandonar a prestação se serviços ao estado, e outros que estão se especializando em outras cidades.
A quarta palestra tratou do relacionamento do Executivo com  o Legislativo. Helder Oliveira, assessor especial da Casa Civil, falou da complexidade na administração de interesses e conflitos em uma assembleia formada por 24 deputados e com  18 agremiações partidárias em sua formação, mas que o governo tem mantido um bom relacionamento com o parlamento. Ressaltou que com o Judiciário, o Ministério Público e com o Tribunal de Contas também  há harmonia.
Para os militares do Exército, as palestras foram bem esclarecedoras. O major Costa Plates, em nome de todos os alunos agradeceu a disposição do governo em disponibilizar técnicos capacitados para transmitir as informações que eles vieram buscar, e que vão contribuir com a conclusão do curso.  Além dos palestrantes e dos militares do Exército, participaram do encontro policiais militares, entre eles o comandante da Polícia Militar, coronel  Nilton Kisner, e o secretário-chefe da Casa Militar, coronel Maurício Gualberto.
________________________________________
Fonte
Texto: Alice Thomaz
Fotos: Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia



Confira o álbum