Comissão da Casa Militar de Rondônia realiza visita ao PROSAM - Programas Sociais da Amazônia em Manaus

segunda-feira, 2 de março de 2015

A Casa Militar do Estado de Rondônia enviou nesta segunda-feira (02) a cidade de Manaus-AM, uma comissão de técnicos e autoridades responsáveis pela Unidade Fluvial de Saúde e Cidadania do Estado de Rondônia, liderada pelo Secretário-Chefe da Casa Militar de Rondônia, Maj PM Gualberto, acompanhado pelo Coordenador das Ações Cívico-Sociais do Estado de Rondônia, Maj PM Nery, pela Assessora Especial da Casa Militar Drª Raissa Marques, e pelo Coordenador da SEPOG, Sr. Michel para realizar uma reunião junto à diretoria do PROSAM - Programas Sociais da Amazônia.
 
A PROSAM - Programas Sociais da Amazônia é uma instituição sem fins lucrativos qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), de acordo com a Lei Federal n º. 9.790/99 de 23 de março de 1.999, regulamentada pelo decreto nº. 3.100/99, portanto habilitada para firmar termos de parceria e convênios com todas as esferas do poder público. Como uma entidade do terceiro setor, o papel não é substituir as atividades do Estado, e sim agilizar os processos para trazer dignidade social.
 
Tem como missão atuar de forma significativa na resolução dos problemas sociais em todas as esferas públicas e privadas, visando ao bem-estar da sociedade em geral.
 
O Presidente do PROSAM, Paulo César Fontes, presidiu a reunião com a comissão técnica da Casa Militar do Estado Rondônia, com o objetivo de expor os conhecimentos e experiências do modelo de programa social desenvolvido no Estado do Amazonas. Conhecer o funcionamento da maior OSCIP da região norte, certamente é o primeiro passo para viabilizar a aplicabilidade desses moldes de ação em Rondônia, uma vez que nossa região assemelha-se geograficamente e em sua cultura amazônica. Após a reunião foi feita uma visita ao chefe do departamento de ações de cidadania, Sr. Eduardo Lucas da Silva, o qual apresentou os projetos do Pronto Atendimento Itinerante – PAI.
 
O PAI foi criado em junho de 2003 com o objetivo de oferecer serviços gratuitos e facilitar o acesso da população do interior do Amazonas as políticas públicas e seus benefícios. Neste período foram realizados mais de 2,1 milhões atendimentos, beneficiando mais de 600 mil pessoas, em 269 comunidades rurais de 57 municípios. Este ano, os barcos Puxirum, Puxirum II e Zona Franco Verde, vão percorrer as calhas dos rios simultaneamente.
 



Confira o álbum